Blog MartinLab

Bem vindo ao blog do MartinLab! Aqui você pode encontrar comentários sobre artigos científicos discutidos em nossos seminários semanais, notícias comentadas e textos educativos. Nossas principais áreas de interesse são imunologia de tumores, imunoterapia do câncer e aplicações biotecnológicas em saúde.

Uma proteína, múltiplos fenótipos: Potencial da modulação de p38 para a imunoterapia celular

- Por Karina Hajdu - Um trabalho recente publicado na Cancer Cell realizou um screening de knock-outs com a ferramenta de edição gênica CRISPR-Cas9 em linfócitos T no qual 25 proteínas cinases upreguladas após ativação do TCR (receptor de células T) foram usadas como alvo. O objetivo era encontrar aquela que melhor modulasse (aumentando ou diminuindo, dependendo do caso) 4 fenótipos de interesse em linfócitos: expansão celular, marcadores de células T de memória, dano de DNA e estresse oxidativo. Neste texto, serão discutidas as principais abordagens e resultados deste trabalho. Figura 1: Resumo gráfico do trabalho de Gurusamy et al. A imunoterapia celular adotiva consiste na utilização de l

Novos CARs baseados em CD3: Melhorias em sobrevivência e proliferação

- Por Brenno Carvalho Sessa - Um dos domínios comumente utilizados em CARs (Chimeric antigen Receptor) é a cauda citoplasmática da cadeia zeta do complexo CD3. O uso dessa sequência em receptores quiméricos tem como objetivo fazer com que o reconhecimento de antígeno pelo CAR seja capaz de mimetizar o primeiro sinal de ativação em linfócitos T, levando à proliferação, diferenciação e citotoxicidade. A tendência de usar a cadeia zeta se manteve devido o sucesso de seus receptores, e foi fortalecida pela presença de três ITAMs (immunoreceptor tyrosine-based activation motif) em sua cauda, que melhor fariam a transdução de sinal. A melhor compreensão do funcionamento da via do TCR pode auxiliar

Apoio Financeiro:

Instituto Nacional do Câncer (INCA)

Rio de Janeiro - RJ

Brasil

2020